Inbound marketing e outbound marketing: entenda a diferença entre eles

Inbound marketing e outbound marketing

Se você busca entender melhor Inbound marketing e outbound marketing está no lugar certo.

Enquanto o Inbound é voltado para a atração do cliente, em despertar seu interesse pelo conteúdo gerado, o Outbound trata do marketing tradicional, as famosas propagandas e anúncios.

Cada vez mais o Inbound Marketing ganha os holofotes, e este conceito é mais discutido no mercado brasileiro, uma vez que se mostra como uma ótima resposta a atual crise econômica.

Grandes empresas que antigamente contavam apenas com placas, mídias impressas e panfletos, como uma tradicional empresa de prestação de serviços de pintura, cada vez mais combinam essas estratégias para que sua marca prospere.

Basicamente, podemos dizer que as diferenças entre essas duas modalidades estão na abordagem do cliente, uma vez que, como colocado, o Inbound visa a atração, e o Outbound aborda diretamente aqueles com potencial de compra.

Em uma comparação simples, é como se no Inbound Marketing você pudesse escolher cuidadosamente uma isca para atrair um peixe, enquanto no Outbound você jogasse uma rede.

Segundo a Hubspot, 92% dos profissionais de marketing dos Estados Unidos consideram o Inbound essencial para os negócios, mas isso não significa que o Outbound ficou ultrapassado, ainda que sejam abordagens opostas.

Entenda melhor cada modalidade neste artigo, com exemplos práticos. Destrinchamos as duas estratégias para você aprender mais e tenha vários insights de como pode aplicá-los na realidade da sua empresa. Leia até o fim e confira.

O Inbound Marketing

Um distribuidor de arame de solda que adote o Inbound Marketing visa atrair e fidelizar clientes.

A ideia principal aqui é despertar o interesse do público para ele ir até você, já interessado pelo que você tem a oferecer. Isso é feito por meio da publicação de conteúdos de qualidade, sendo este o principal ramo do Inbound: Marketing de Conteúdo.

Este conteúdo deve ser de alta qualidade, originalidade e relevância, também precisando se comunicar da melhor forma com as pessoas certas. Existem muitos conceitos importantes, e listamos eles adiante, mas o principal deles é a Persona.

A persona é uma personificação fictícia do seu cliente ideal, pois cria a imagem da pessoa com quem você vai dialogar para atrair seu público.

Para isso, é preciso entender quem é esse público, para quem seus produtos e serviços são direcionados, quem são os reais clientes da sua distribuidora de produtos para piscina, em um exemplo prático.

É preciso conhecer seus interesses, dúvidas, anseios, problemas, desafios e dores. Só assim será possível oferecer conteúdo realmente útil para eles.

Um conteúdo útil é aquele que ajuda o usuário a solucionar problemas e questionamentos, ou traz novas perspectivas sobre uma oportunidade ainda não notada para a qual sua empresa é a melhor solução.

Neste ponto, vale ressaltar um dado importante: o novo perfil de consumidor alterou o processo de compra e 93% das compras e se iniciam por uma pesquisa online, segundo dados de uma popular agência de marketing.

E principalmente devido a isso, o Inbound se torna tão valioso. É criar uma relação bilateral, menos invasiva, que respeita as decisões e o tempo do cliente.

Como é uma estratégia exclusivamente digital, tem um custo até 62% mais barato que o marketing físico, ou seja, o investimento para o Outbound, além de um retorno sobre o investimento (ROI) de até 275%, segundo a Hubspot.

Porém, é preciso levar em consideração que seus resultados são a médio e longo prazo, uma vez que leva um certo tempo para criar engajamento com o público.

A metodologia do Inbound Marketing pode ser dividida em 4 principais etapas fundamentais. São elas: atrair, converter, fechar (se mostrando a melhor solução) e, por fim, encantar.

Além disso, para que sua empresa de forro acustico se destaque com esta estratégia, é fundamental conhecer outros conceitos importantes do Inbound Marketing.

Listamos aqui os mais importantes para você poder adentrar nesse universo:

  • SEO, a otimização para mecanismos de busca;
  • Palavras-chave;
  • Funil de vendas;
  • Leads, seus clientes em potencial;
  • Copywriting, a escrita persuasiva;
  • Email marketing;
  • Redes sociais;
  • Landing pages, as páginas de captura de leads;
  • Link building, a linkagem de conteúdos de diferentes páginas;
  • CTAs, as chamadas para a ação;
  • Automação de marketing.

Alinhando todos estes componentes em sua estratégia, terá certamente resultados de excelência, além de facilmente mensuráveis por meio de ferramentas como o Google Analytics, por exemplo.

Aconselhamos buscar uma empresa especializada em Marketing Digital, com profissionais capacitados e bons resultados no mercado. Geralmente, este é o divisor de águas para uma estratégia bem-sucedida.

Exemplo prático

Uma empresa de instalação de cameras pode se beneficiar do Inbound Marketing para atração e retenção de clientes, começando com um bom site focado em estratégias de SEO (Search Engine Optimization).

Além disso, pode ser associado a um bom blog, rico e informativo, que se tornará um canal de referência no segmento abordando temáticas pertinentes.

Criando conteúdo para as diferentes etapas do Funil de Vendas, seja no momento da descoberta, da consciência ou da decisão de compra, é possível falar com os diferentes usuários interessados em suas soluções.

Por isso, é muito importante alimentar seus canais com conteúdos que superam todas as etapas da jornada do cliente. Essa empresa pode criar uma parceria com uma empresa de pintura predial, criando links building entre suas páginas.

Uma forte presença nas redes sociais, ativamente, respondendo aos comentários e interagindo com o público, também é importante.

Por fim, pense em campanhas de email marketing, como por exemplo, newsletters que noticiam suas novidades tanto de produtos quanto de conteúdo.

O Outbound Marketing

O Outbound Marketing compreende as formas tradicionais de marketing, visando oferecer serviços ou produtos para seus clientes. Nesse caso, a ideia é ir ativamente atrás do cliente, buscando apresentar a empresa e suas ofertas.

Muito associado ao marketing físico, como cartazes, revistas ou mesmo a TV e ligações de telemarketing, o Outbound também é feito nos meios digitais, com pop-us e banners publicitários.

Por meio de plataformas como Facebooks Ads e Google AdWords, o mundo digital se abriu para essa modalidade.

Como falamos o investimento necessário aqui é bem maior, de forma que sua distribuidora de produtos de limpeza só permanece na mídia enquanto existe o custeio da publicidade.

Isso não ocorre no Inbound Marketing, pois os conteúdos continuam nas redes ainda que você pare de investir em novas produções, podendo ser acessados a qualquer momento.

Devido ao comportamento do consumidor, o Outbound teve que se renovar, uma vez que hoje contamos com filtros de spam e bloqueio de listas de telefone. Ou seja, o público não está mais receptivo a certas técnicas invasivas.

Para que realmente chame a atenção, é essencial o uso de técnicas e soluções criativas, investindo na experiência do cliente. A mensuração dos resultados é mais difícil para as metodologias físicas, ficando mais restrito ao digital.

Mas ainda assim, o sucesso da modalidade ainda se faz presente. Com as estratégias certas e uma boa equipe de inteligência comercial é possível criar campanhas memoráveis.

Entre suas maiores vantagens, podemos citar um ROI perceptível a curto prazo, uma vez que é possível acessar prospects mais diretamente, já no momento da prospecção.

Exemplo prático

Os distribuidores de válvulas industriais podem produzir folhetos atrativos e criativos, distribuindo em polos industriais, ter um competente representante de vendas que vá diretamente em grandes indústrias ou faça chamadas ativas por telefonema.

A diferença é que aqui você não chega em um prospect já interessado por sua solução, mas as pessoas expostas às suas ações podem se sentir atraídas pela oferta.

Considerações Finais

Em tempo de crise econômica é necessário ser criativo e mesclar as estratégias para ter bons resultados.

Neste artigo, você conferiu o que é o Inbound e o Outbound Marketing. Enquanto o primeiro visa atrair clientes em potencial com estratégias personalizadas, o segundo entra diretamente em contato apresentando as ofertas.

Não podemos dizer que um modelo seja mais ou menos efetivo, e aconselhamos que eles coexistem no marketing do seu negócio, afinal, adquirir novos clientes é um ponto-chave é muito desafiador para um negócio.

Para mesclar os dois, leve em consideração o perfil do seu cliente, ou seja, sua persona. Considere conjuntamente outros pontos como a sua jornada de compra, o ticket médio da sua empresa.

O funcionamento interno dos times de vendas e marketing, e o modelo de gestão da sua empresa, também são pontos que definirão como as estratégias serão delineadas.

O mais comum, na verdade, é a adoção destas estratégias em conjunto, então não pense que deve escolher entre um e outro. Cada uma possui suas particularidades, pontos positivos e pontos não tão favoráveis. Tudo dependerá de seu plano de marketing.

Seja criativo, original e relevante ao tocar seu público, haja estrategicamente em suas investidas, e terá excelentes resultados.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Artigos Relacionados

Redes Sociais